Introdução à Estrutura Organizacional de Gerenciamento de Projetos

A estrutura de gerenciamento de projetos é muito importante para o sucesso de qualquer equipe de projeto; uma organização ou equipe de projeto estruturada que dê suporte ao trabalho que está a ser feito. Equipes de gerenciamento de projetos ou organizações desordenadas criam um impacto negativo no resultado de um projeto. Isto é simplesmente porque a estrutura organizacional tem influência sobre a autoridade do gerente do projeto, afetando assim a forma como os projetos são executados. É evidente que as equipes de gerenciamento de projetos muitas vezes são destruturadas e não têm orientação, uma equipe orientada conduz a projetos bem-sucedidos.

Nesta publicação, iremos analisar a estrutura organizacional do gerenciamento de projetos em dois ângulos; vamos estudá-los em termos de quem é o líder do projeto e quem é responsável pela tomada de decisão no que respeita ao projeto.

Como sabemos, uma organização pode ser definida como um grupo de pessoas que se juntam para atingir metas definidas; para alcançar com êxito os objetivos estabelecidos, um gerente de projeto precisaria se familiarizar com a estrutura do escritório do gerenciamento de projetos.

Três Tipos de Estruturas de Gerenciamento de Projetos

Uma estrutura organizacional pode ser descrita como a linha oficial de autoridade e controle dentro de uma organização. As estruturas de gerenciamento de projetos dizem-nos como as relações de subordinação funcionam em uma determinada organização.

Dependendo do ambiente em que a organização se encontra em funcionamento, os objetivos que definiram para si e a natureza do trabalho a ser feito, descobrirá que as organizações estão estruturadas de três formas:

  • Estrutura Organizacional Funcional
  • Estrutura Organizacional Matricial – A qual pode ser dividida em: – Matricial Balanceada, Matricial Forte e Matricial Fraca
  • Estrutura Organizacional Projetizada

Agora que sabemos como as estruturas organizacionais são categorizadas, vamos dar uma olhada em cada uma delas para ver o que as torna únicas.

Estrutura Organizacional Funcional

Em uma estrutura organizacional funcional, encontrará os componentes de um sistema hierárquico em que as decisões direcionadas pela autoridade, no orçamento, no cronograma e no equipamento são da responsabilidade do gerente funcional que possui um nível significativo de experiência no mesmo campo.

Ou seja, o gerente do projeto, neste tipo de organização, tem pouca ou nenhuma autoridade aqui; em algumas organizações funcionais, essa posição nem existe.

O que irá descobrir, no entanto, é que o trabalho é dividido em departamentos como o departamento de recursos humanos, departamento de vendas, finanças, relações públicas, administração, etc.

Em termos simples, pode ser comparado com o de uma empresa mais tradicional onde os funcionários são presididos por um supervisor, com base nas suas funções dentro da organização e a comunicação é feita com maior frequência pelos chefes de departamento ao quadro administrativo superior.

O que é fascinante cobre este tipo de estrutura organizacional é que os funcionários parecem ser mais qualificados em seus respectivos departamentos, levando a uma maior eficiência no trabalho. Todos sabem quem responsabilizar se algo correu errado, já que as responsabilidades são predeterminadas.

Em contrapartida, o trabalho pode ser monótono ao longo do tempo, o que pode resultar em menos entusiasmo e menor lealdade para a organização. Além disso, também irá constatar que a comunicação interdepartamental torna-se pobre e o alto nível de burocracia poderá afetar negativamente a tomada de decisões.

Estrutura Organizacional Projetizada

A estrutura organizacional projetizada é o oposto completo da estrutura organizacional funcional, embora a organização ainda possa agrupar os funcionários de acordo com suas funções de trabalho.

Nesse caso, a estrutura da equipe de gerenciamento do projeto é organizada de tal forma que o gerente do projeto possui autoridade do projeto. Tem jurisdição sobre o orçamento do projeto, o cronograma e a equipe do projeto. Irá encontrá-lo no topo da estrutura hierárquica, ditando todas as regras; com funcionários desempenhando papéis de apoio para o projeto. No final do projeto, os membros da equipe do projeto são liberados e os recursos direcionados para áreas mais relevantes.

O que é ótimo sobre esse tipo de estrutura é que existe uma linha de autoridade clara e estabelecida; resultando em decisões e aprovação mais rápidas. A comunicação torna-se mais fácil e mais eficaz e os membros da equipe de projetos ganham mais experiência trabalhando em diferentes tipos de projetos à medida que a sua necessidade surgir.

Uma grande desvantagem para este tipo de estrutura organizacional, porém, seria que os funcionários poderiam ver-se sob muita pressão na maioria das vezes, especialmente se trabalharem em vários projetos em simultâneo. Isso muitas vezes leva a uma má comunicação entre os membros da equipe, já que todos são deixados mais ou menos à “deriva”.

Estrutura Organizacional Matricial

A estrutura organizacional matricial pode ser encontrada em algum lugar entre a estrutura organizacional funcional e a estrutura organizacional projetizada, dependendo do tipo de estrutura matricial que está sendo executada.

Por exemplo, a estrutura organizacional matricial forte tem algumas semelhanças com a de uma estrutura organizacional projetizada no sentido de que o gerente do projeto é responsável por um projeto. Se a organização estiver executando uma estrutura matricial fraca, a autoridade do projeto cai nas mãos de um gerente funcional – como numa organização funcional. Curiosamente, em uma organização matricial balanceada, tanto o gerente do projeto como o gerente funcional compartilham autoridade igual para o projeto.

Se uma organização trabalha em um ambiente dinâmico, essa pode ser a estrutura correta a executar e promove maior eficiência, ajudando a organização a responder às demandas ou mudanças do mercado no mercado, mais rápido.

Isso é facilmente alcançado porque, enquanto o gerente do projeto exibe a autoridade do projeto de forma horizontal, o gerente funcional fá-lo de forma vertical, fluindo para baixo. Por exemplo, o gerente do projeto poderia ser responsável por lidar com o cronograma ou o orçamento do projeto, enquanto o gerente funcional seria responsável por delinear e distribuir responsabilidades, supervisionar o desempenho do equipamento, etc.

Resumindo

Nesta publicação, analisamos o que é uma estrutura organizacional e o quão vital é os gerentes de projetos entenderem as diferentes estruturas organizacionais.

Analisamos os méritos e deméritos de uma estrutura funcional, projetizada e matricial e observamos que a decisão de optar por qualquer uma delas dependeria do tipo de ambiente em que a organização atua, seus objetivos e a natureza do trabalho que est´s sendo executado.

2019-03-11T17:46:21+00:00

About the Author:

Marc has been part of the Nutcache team since day one. As the marketing specialist, Marc does his best to develop the Nutcache brand and make it shine by sharing the Nutcache love to all business owners out there. =)